Pular Links de Navegação

CRP SP promove mapeamento de psicólogos (as) que vivenciaram a ditadura militar

Com a implementação da Comissão Nacional da Verdade (CNV) será possível conhecer o que realmente aconteceu no período compreendido entre 1946 a 1988, especialmente as torturas, abusos e graves violações aos direitos humanos cometidos durante a ditadura civil militar (de 1964 a 1985).

Várias Comissões foram criadas nos estados brasileiros para auxiliar na recuperação desta história. O Sistema Conselhos de Psicologia também tentará auxiliar e complementar a busca por informações, identificando os profissionais da Psicologia que têm algo a dizer sobre esse nebuloso período da história brasileira.

Se você, psicólogo (a), teve alguma experiência relacionada à ditadura, seja como sobrevivente, parente ou mesmo no atendimento de pessoas que sofreram essas violações; ou ainda possui documentos sobre esse período histórico, você poderá contribuir, compartilhando seu depoimento através da Comissão de Direitos Humanos do CRP SP, que receberá essas informações e encaminhará os dados para a CNV. Além disso, estes depoimentos irão compor uma publicação produzida pelo Conselho Federal de Psicologia, prevista para ser lançada em março de 2013.

Sabemos o quanto pode ser delicado e doloroso reviver tais experiências. No entanto, compartilhar a realidade dos fatos fará com que episódios como estes, de intensa violação de direitos humanos, não se repitam no futuro. As novas gerações de cidadãos e cidadãs brasileiras (os) têm o direito e devem saber quem, de verdade, atuou (pagando com a própria vida, em muitos casos) para a construção da democracia no Brasil.

O envio dos depoimentos foi encerrado em fevereiro de 2013. O CRP SP agradece a participação de todos.


Veja mais:

Direito à Memória e à Verdade
Veja as informações sobre a luta para que os crimes cometidos durante a ditadura militar sejam apurados e esclarecidos.