Pular Links de NavegaçãoPágina inicial | Mídia | Fique de olho |

Fique de olho
Publicado em 4/2/2013 13:32:32

VIII CNP

Eventos preparatórios formulam propostas

Reunir psicólogos (as) das mais diversas áreas da Psicologia para debater questões da profissão e levantar propostas para serem apreciadas e votadas nos Pré-Congressos é o principal objetivo dos eventos preparatórios do VIII Congresso Nacional da Psicologia (CNP). Desde o ano passado, a categoria, por meio dos Conselhos Regionais, vem se organizando de norte a sul do País, para trocar ideias e propor novos rumos para a profissão.

Criar interlocução com o judiciário para esclarecer o papel da Psicologia na Assistência Social foi uma das propostas levantadas no evento preparatório realizado em 8 de janeiro, pelo CRP SP, através de sua subsede de São José do Rio Preto. "É preciso situar o (a) psicólogo (a) dentro da Assistência Social no papel que é de proteção e não de responsabilização, como muitas vezes é entendido pelo judiciário, por exemplo, ao solicitar a produção de provas", indica a psicóloga Janaína Darli Duarte Simão, chefe do departamento da Proteção Social Especial de São José do Rio Preto, que participou do evento preparatório.

Em Belo Horizonte, o evento preparatório realizado em 24 de janeiro trouxe para o debate a questão de gênero, que segundo a psicóloga Andréa Reis, é discutida de forma incipiente nos cursos de Psicologia. "A importância da aproximação tanto do Federal quanto dos Regionais, no que diz respeito à formação dos (as) nossos (as) profissionais dentro das universidades, foi um dos pontos debatidos. Percebemos que há uma deficiência, geralmente os (as) alunos (as) buscam estudar a questão de gênero quando tem interesse pelo tema. É preciso colocar essa matéria nas grades curriculares", acredita Andréa, que esteve presente no debate.

Esses são apenas dois exemplos, mas diversos outros eventos preparatórios tem sido realizados por todo o Brasil, para debater os mais variados temas, como Psicologia Organizacional, Idosos, Psicologia do Esporte, Saúde Pública, Sistema Prisional, Controle Social, Clínica, entre outros.

Os eventos preparatórios, que acontecem até o fim de fevereiro, podem ser construídos no formato de mesas redondas, discussões de base, encontros temáticos e outros que propiciem debates entre as (os) psicólogas (os). Também é possível que coletivos da Psicologia também formulem suas propostas nas chamadas Atividades Livres. Participe, ajude a construir o futuro da profissão! Para mais informações, acesse a página do CRP SP dedicada ao VIII CNP.