Pular Links de NavegaçãoPágina inicial | Mídia | Fique de olho |

Fique de olho
Publicado em 24/10/2012 17:01:23

2ª MOSTRA

CRP SP apresentou 13 pôsteres na atividade; saiba quais foram

O CRP SP, por meio de seus (suas) Conselheiros (as) e Colaboradores (as), apresentou 13 pôsteres na 2ª Mostra Nacional de Práticas em Psicologia com temas diversos que trataram de inúmeros processos de trabalho. Os pôsteres ficaram disponíveis nas Praças, local onde segundo um dos curadores da 2ª Mostra, o psicólogo Marcos Ferreira, batia o coração do evento.

Os trabalhos apresentados foram:  Ações na gestão da Subsede Grande ABC do CRP SP no fortalecimento da política pública de Assistência Social; Mobilizações em torno do Dia Nacional de Enfrentamento às Violências Sexuais Contra Crianças e Adolescentes; O CRP como campo de atuação profissional; Mapeamento dos(as) psicólogos(as) da área de educação em São Paulo, 2012; Ações do Grupo de Trabalho em Emergências e Desastres do CRP SP; História e Memória da Psicologia em São Paulo; Ações na gestão da Subsede Grande ABC do CRP SP para o reconhecimento e crescimento da Psicologia do Esporte no estado de São Paulo; Ação do CRP/SP na Defesa dos Direitos Humanos das Mulheres Encarceradas; Movimentos da Luta Antimanicomial em Sorocaba e seus desdobramentos 2011/2012; Retrato do trabalho da Comissão de Ética do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo; Aproximação de saberes: Psicologia e Povos Indígenas; Ações da Subsede de Ribeirão Preto do CRP SP e sua articulação com a categoria e com a sociedade no ano de 2011; A articulação do CRP SP com a sociedade civil na cidade de Ribeirão Preto. Além desses, foi exposto o pôster:  Mapeamento sobre compra e dispensação do medicamento cloridrato de metilfenidato nos municípios do Estado de São Paulo, 2012, do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade, do qual o CRP faz parte.

“A importância e a relevância de a psicologia e o CRP 06, como parte do Sistema Conselhos, mobilizarem-se pela contribuição crítica e qualitativa nas situações de emergências e desastres, os quais continuam repetindo-se e a sociedade e o Estado precisam despertar para a necessidade de promover mais e efetivas ações de prevenção, preparação e recuperação, e não só resgate, ainda que necessário e indispensável, depois que acontecem os eventos negativos que, assim, viram desastres”, disse o Conselheiro Joari Aparecido Soares de Carvalho. “A temática esteve presente em outros pôsteres, em debates e até na formação de uma associação voltada para ele, a Abrapede, que pode ser uma interlocutora importante na discussão da psicologia em emergências e desastres. Já existem várias experiências importantes na academia, em ONGs e nas políticas públicas, que poderão ser mais articuladas. A nossa categoria tem sido tomado ciência do assunto e assumido responsabilidades e compromissos com a garantia de melhores formas de promover a proteção contra desastres, não só pela psicologia, mas pela Defesa Civil e as demais políticas públicas”.

De acordo com Luiz Eduardo Valiengo Berni, Conselheiro do CRP SP “A aproximação entre a Psicologia e os Povos Indígenas ainda é muito pouco difundida, num evento que reuniria tantos profissionais da psicologia parecia uma excelente ideia divulgar essas ações. “
E disse mais “As desigualdades sociais promovidas pelo modo de vida ocidental são gritantes. Os povos indígenas sofrem com esse modelo há séculos. O Sistema Conselhos tem realizado importantes ações de aproximação, neste sentido e o CRP SP foi pioneiro nesta iniciativa. Durante a mostra a temática foi abordada em diversos momentos, inclusive com a homenagem feita à Valdenice Veron, uma liderança Kaiowá muito articulada, que trouxe a problemática de forma viva para todos. Além disso, fizemos também um vídeo, desta forma temos certeza que a temática indígena sensibilizou os participantes”.  

O pôster História e Memória da Psicologia mostrou os vários projetos desenvolvidos pelo Grupo de Trabalho formado por psicólogos pesquisadores do tema. Segundo a coordenadora do GT Maria de Fátima Nassif, conselheira vice-presidente do CRP SP, "trata-se de um trabalho de sistematização e divulgação da História da Psicologia, representando uma contribuição do CRP para a preservação da memória de nossa profissão. Os resultados dos projetos estão disponíveis no site do CRP SP, podendo ser consultados por psicólogos, pesquisadores, professores, estudantes; enfim, por todos(as) aqueles(as) que se interessam pela História da Psicologia".

“O que motivou o grupo de gestores da subsede de Sorocaba a apresentar o trabalho na 2ª Mostra foi a relevância de um trabalho coletivo, pautado na luta pelos direitos humanos das pessoas que ainda estão institucionalizadas. Nossas expectativas foram pautadas na esperança de que o Brasil, através da Mostra pudesse se deparar com os avanços de um grupo de pessoas (Psicólogos) que através de esforços coletivos chamaram a atenção não só dos municípios de Sorocaba, mas de todo o Brasil para a situação de desigualdade de direitos em saúde mental que precisar ser restaurada, no sentido de uma humanidade comum a todos e todas”. Falou Ione Aparecida Xavier membro gestora da Subsede de Sorocaba e ainda “acreditamos que o tema foi muito pertinente no meio dos Psicólogos(as), Estudantes e profissionais que lutam pela causa da saúde mental no país. A importância do tema da Luta antimanicomial no espaço da Mostra só vem reforçar a garantia de direitos dos cidadão preconizada pela lei 10.216 e garantida em espaço democrático pela categoria e pela mídia”.

Camila de Freitas Teodoro, Membro da Comissão Gestora da Subsede do Grande ABC contou que a motivação para apresentação do trabalho “foi a construção que o CRP SP tem realizado em relação a psicologia do esporte no Estado. Foram realizados eventos na região do ABC, onde identificou-se que a categoria ainda considera a área como emergente, e por isso fez se necessário maior aproximação com a categoria no sentido de conhecer o desenvolvimento das práticas em Psicologia do Esporte em todo Estado de São Paulo, contribuir através de discussões coletivas possibilidades de atuação dos Psicólogos diante das demandas e desafios encontrados na área, organização de uma rede de profissionais de Psicólogos no Esporte. 
Para além do trabalho com atletas de alto rendimento, o pôster do CRP pretendeu mostrar a amplitude da área e as várias inserções e contribuições da Psicologia do Esporte”.

Abaixo você poderá conferir cada um dos 13 pôsteres e o conteúdo que foi compartilhado com os milhares de participantes de todo o Brasil que estiveram presentes nesta grande celebração da Psicologia.
Clique na imagem para visualizar o banner no formato . PDF.   

























Pôster do Fórum sobre Medicalização da Educação e da Sociedade, do qual o CRP faz parte: