Pular Links de NavegaçãoPágina inicial | Mídia | Fique de olho |

Fique de olho
Publicado em 30/3/2012 11:54:22

AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA

Seminário Nacional encerra Ano Temático

O Conselho Federal de Psicologia organizou, nos dias 23 e 24 de março, o Seminário de Encerramento do Ano Temático, em sua sede, em Brasília. O seminário contou com transmissão ao vivo pela internet e chegou a mais de 1.200 pontos conectados.

A mesa do primeiro dia foi coordenada pela conselheira do CFP Ana Paula Noronha e teve como convidados o coordenador da Comissão de Direitos Humanos do CFP, Pedro Paulo Bicalho, que destacou a importância de se pensar a Avaliação Psicológica como um processo complexo, com diversas demandas. A presidente da Associação Brasileira de Rorschach e Métodos Projetivos (ASBRO), Deise Amparo, contribuiu para as discussões da mesa alertando para alguns problemas detectados na área, como a falta de uma formação mais qualificada e uma maior valorização, integração e aprimoramento do ensino, técnicas e especializações.

Já a presidente do Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica (IBAP), Caroline Reppold, discutiu questões éticas ligadas à Avaliação Psicológica. Segundo ela, o (a) psicólogo (a) devem atuar com responsabilidade por meio do contínuo aprimoramento profissional, contribuindo para o desenvolvimento da Psicologia como campo científico de conhecimento e prática. "O exercício equivocado da Avaliação Psicológica é motivo para a maioria das denúncias recebidas pelo CFP", afirma.

Segundo o presidente do Conselho Federal de Psicologia, Humberto Verona, o Seminário de Encerramento do Ano Temático atendeu as expectativas: "Fechamos com chave de ouro o Ano Temático. Conseguimos reunir todas as nossas diferenças, pontos de convergência e produzimos resultados que vão ajudar o Sistema Conselhos a avançar mais ainda na discussão da Avaliação Psicológica para a profissão", finaliza.

O CRP SP também esteve presente no seminário. A Conselheira Graça Maria de Carvalho Camara, que também é presidenta da Comissão de Orientação e Fiscalização do CRP SP, afirmou que os representantes regionais, em conjunto com os grupos de trabalho do CFP, estavam empenhados em alcançar um documento que ajudasse no avanço sobre o tema, nos âmbitos da formação, atuação do (a) psicólogo (a) e no respeito aos Direitos Humanos. "Foram consensuadas proposições que serão documentadas e divulgadas amplamente e de comum acordo com todo o grupo, que deverão ser acompanhadas para fortalecer a Avaliação Psicológica como instrumento essencial ao (à) psicólogo (a)", contou.

O Seminário Nacional foi finalizado com a apresentação dos (as) vencedores (as) do Prêmio Profissional Avaliação Psicológica na Perspectiva dos Direitos Humanos. O Prêmio teve como objetivo estimular profissionais da Psicologia a elaborar produções científicas que abordassem as interfaces entre os preceitos da Avaliação Psicológica e os direitos humanos e que gerassem reflexões sobre a avaliação psicológica que se realiza e se deseja no século 21. Para conhecer a lista completa dos (as) premiados (as), clique aqui.