Pular Links de NavegaçãoPágina inicial | Mídia | Fique de olho |

Fique de olho
Publicado em 14/4/2011

AUDIÊNCIA PÚBLICA

Encontro na Câmara Municipal de Santos discute Medicalização na Educação

Na quarta-feira, dia 6 de abril, representantes do Fórum contra a Medicalização na Educação e na Sociedade participaram de uma audiência pública na Câmara Municipal de Santos. O convite partiu da Comissão de Educação da casa, presidida pelo vereador Reinaldo Martins (PT). Participaram do encontro como palestrantes a médica pediatra da Unicamp Maria Aparecida Moysés, o vereador Eliseu Gabriel e a professora do Instituto de Psicologia da USP Marilene Proença, ex-conselheira presidente do CRP SP, que discorreram, respectivamente, sobre o conceito de Medicalização, a Frente Parlamentar e a presença da medicalização nas políticas públicas de Educação.

O evento, realizado das 19h15 às 22h, contou com participação de vários segmentos da Psicologia, da Educação e do Poder Público locais, como representantes de vereadores, secretários, de faculdades, professores, diretores de escolas públicas, alunos de Pedagogia e de Psicologia, mães de crianças com diagnósticos de dislexia e TDAH, do CRP SP, do Sesc. Foram entregues à Câmara Municipal de Santos o texto do Manifesto de Lançamento do Fórum, o livro sobre Medicalização e o texto da Frente Parlamentar, de autoria de Eliseu Gabriel.

O debate resultou em alguns desdobramentos, divulgados no dia 8 de abril, sexta-feira. De início, foi feito um convite pelo secretário de Assuntos para a Cidadania para realização de um evento em que o tema fosse abordado, ampliando a participação para outras pastas do governo local. Também foi apresentado um projeto de lei que revogará a atual lei aprovada em 2007 e que prevê, na cidade de Santos, a semana de diagnóstico de dislexia e TDAH. Este PL será apresentado pelo Vereador Reinaldo Martins.