Pular Links de NavegaçãoPágina inicial | Mídia | Fique de olho |

Fique de olho
Publicado em 1/3/2010

ATO MÉDICO
Ibirapuera, 27 de fevereiro: 20 mil pessoas dizem "Não ao Ato Médico"


20 mil pessoas prestigiam evento contra o PL do Ato Médico
publicada dia 1/3/2010

Com a presença de um público estimado em 20 mil pessoas, os conselhos profissionais de Saúde do Estado de São Paulo realizaram uma manifestação cívica na Praça de Eventos do Parque do Ibirapuera, em são Paulo, no sábado último, dia 27 de fevereiro. Foi mais um passo para fazer valer seu direito de protestar contra o Projeto de Lei do Ato Médico, em trâmite no Senado, que dá aos médicos o privilégio de uma série de procedimentos em detrimento de outras áreas da Saúde.

O evento, que começou às 10 horas da manhã, teve atendimento em biomedicina, fisioterapia, fonoaudiologia e optometria, entre outras especialidades, oferecido ao público por vários conselhos. O estande do CRP SP abriu espaço para que estudantes e profissionais, parlamentares e público em geral conhecessem mais sobre o PL do Ato Médico e firmassem um abaixo-assinado contra o PL. Cerca de 450 pessoas vieram do Interior, em ônibus e vans organizados pelas Subsedes.
Estudantes que participaram do evento e não receberam o certificado, clique aqui.

O evento contou com apresentações artísticas e uma fala dos representantes dos Conselhos Regionais de Psicologia, Fisioterapia e Terapia ocupacional, Serviço Social, Biomedicina, Óptica e Optometria, Farmácia e Fonoaudiologia. Falando pelo CRP SP, a conselheira presidente Marilene Proença chamou a atenção do público para a necessidade de continuidade da mobilização contra a aprovação do PL do Ato Médico, ação que não deve se restringir aos profissionais envolvidos, mas ter também a participação da população em geral, a mais prejudicada caso o PL vire lei.

O evento ainda contou com participação especial do cantor e compositor Zeca Baleiro, que apresentou um show especial de uma hora e meia, encerrando o evento.

Mantenha-se informado e manifeste-se: acesse o site www.naoaoatomedico.org.br.

Veja como foi o evento:

Não
Zeca Baleiro: cantor apresentou um show especial para o evento.

Não
Marilene Proença: a população é a mais prejudicada com a aprovação do PL do Ato Médico.

Não
Coro afinado: estudantes e profissionais da Psicologia dizem "Não ao Ato Médico".

Não
Abaixo-assinado: estande do CRP SP abriu espaço para a manifestação do público.

Não
Manifestação: 20 mil pessoas aplaudiram exemplo de democracia.

Não
Saúde em dia: público teve atendimento em diversas especialidades.

Não
Mãos atadas: estudantes traduzem o que é o Ato Médico para os profissionais da Saúde.