Pular Links de NavegaçãoPágina inicial | Mídia | Fique de olho |

Fique de olho
Publicado em 24/3/2010

Mobilizacão contra o Ato Médico agitou o Interior

Organizada pela Subsede de Assis do CRP SP, em parceria com sindicatos, centros acadêmicos e professores, foi realizada manifestação na manhã do dia 9 de março, com direito a carro de som, na Praça da Matriz, centro da cidade. Participaram profissionais da área de Saúde, universitários dos cursos de Psicologia, Educação Física e Enfermagem, entre outros, de diversas faculdades - a Fema, Ieda, Unesp e Unip. A prefeitura autorizou o evento, inclusive fechando um dos acessos da praça para a mobilização dos manifestantes.

Durante a ação em Assis, os participantes promoveram um apitaço, vestidos com camisetas com slogan contra o ato médico, munidos com faixas e fazendo ampla distribuição de panfletos, procurando conscientizar a população sobre o assunto. Houve discursos, conversas com a população e a promoção de abaixo-assinados contra o Ato Médico.

Em Ribeirão Preto, os estudantes de psicologia e de outras áreas da saúde se articularam e realizaram manifestações em várias faculdades, durante todo o dia. Panfletos, adesivos, camisetas, cartazes e bexigas alusivos á campanha coma o PL do Ato Médico foram distribuídos pela manhã, na Unaerp e na USP, e à noite, no COC e na Unip.

Em Araraquara, os professores de Psicologia da Unip também fizeram sua parte. Num bate-papo com os alunos, em suas respectivas salas, distribuíram abaixo-assinados, panfletos, bexigas e camisetas. Tudo para engrossar o coro contrário ao projeto de lei que regulamenta a Medicina, mas limita a atuação de profissionais em várias áreas da Saúde.