Pular Links de NavegaçãoPágina inicial | O Conselho | Comissões |

Notícias

Relato do Encontro de Entidades "O Direito À Educação Inclusiva"

Data: 14/04/05 às 19h00

Local: Auditório do Conselho Regional de Psicologia da 6ª Região

O Sistema Conselhos de Psicologia instituiu por meio da APAF - Assembléia das Políticas Administrativas e Financeiras do Sistema Conselhos ocorrida no mês de dezembro de 2004 - o dia 14 de abril de 2005 como o Dia Nacional de Luta pela Educação Inclusiva que, a exemplo do Dia Nacional da Luta Antimanicomial, pretendeu articular ações em todo o território nacional em torno do tema. Esse primeiro dia foi marcado pela diversidade das atividades desenvolvidas nas várias regiões do país e pela participação das entidades, instituições e escolas que trabalham com a educação inclusiva fortalecendo ou criando parcerias importantes para o movimento.

Em São Paulo, a opção do Conselho Regional foi de reunir representantes de conselhos gestores das subsedes e entidades que discutem e atuam na perspectiva da inclusão educacional para uma mesa redonda objetivando uma (re)aproximação e uma ampliação da rede de entidades parceiras bem como o fortalecimento da luta pela Educação Inclusiva.

A composição da mesa do evento contou com a psicóloga Liliane Garcez, membro da Comissão Executiva do Fórum Permanente de Educação Inclusiva e a psicóloga Marilene Proença Rebello de Souza, conselheira e coordenadora da Comissão de Direitos Humanos do CRP-06.

A conselheira Marilene Proença projetou aos presentes uma estatística elaborada pela Secretaria da Educação Especial - SEESP com demonstração de vários dados importantes, dentre eles a evolução de matrículas e de política de atendimento na educação especial, a distribuição de matrículas por modalidade de ensino, bem como condições de infra-estrutura nas escolas públicas da educação básica, ano de 2004.

Na seqüência a psicóloga Liliane Garcez expôs sobre a trajetória do Fórum Permanente de Educação Inclusiva desde sua criação no ano de 1999, apresentando seus objetivos e sua carta de princípios e convidando a todas os presentes a comparecerem nas reuniões que ocorrem nas primeiras terças-feiras de cada mês, bem como a se cadastrarem no fórum de discussões, via Internet, no endereço http://br.groups.yahoo.com/group/foruminclusao.

Todos os representantes das entidades manifestaram-se de forma contundente em defesa do fortalecimento da luta pela inclusão de todos na educação e relataram quais as ações que vêm sendo desenvolvidas em seus locais de atuação. Assim, os encaminhamentos do encontro foram na direção de fortalecer o diálogo entre todos os parceiros presentes nesse encontro. Foram eles:

    • Ampliar a participação do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo no Fórum Permanente de Educação Inclusiva;
    • Trazer informações do Fórum Permanente de Educação Inclusiva para o interior do CRP;
    • Fortalecer o evento regional do Fórum Permanente de Educação Inclusiva na cidade de Santos que acontecerá no dia 07 e 08 de julho de 2005;
    • Inclusão de link do Fórum Permanente de Educação Inclusiva no sítio do CRP;
    • Participar da disputa do Plano Estadual de Educação - proposta da Sociedade Paulista;
    • Elaborar ata da atividade com os respectivos encaminhamentos para posterior divulgação.

É importante mencionar ainda que tanto a Carta Aberta elaborada pelo Conselho Federal de Psicologia, o Manifesto redigido pelo Fórum Permanente de Educação Inclusiva para marcar o evento, além de sua Carta de Princípios estão disponíveis na página do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo.

COORDENAÇÃO DO ENCONTRO:
Marilene Proença Rebello de Souza
Liliane Garcez

voltar